06/01/2023

A estratégia municipal para a habitação passa pela qualificação do edificado existente na cidade e também pelo aumento do alcance do programa de arrendamento acessível. Alguma da operacionalização desta estratégia tem estado a cargo da Porto Vivo, SRU, que tem procurado melhorar a sua resposta através de parcerias com diversas entidades públicas e privadas.

 

Foi ao abrigo desta visão de promoção de sinergias entre entidades que a Porto Vivo, SRU recebeu nas suas novas instalações a presidente do Conselho Diretivo do Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana, Isabel Dias. Coube ao Vereador da Habitação e presidente do Conselho de Administração da Porto Vivo, SRU, Pedro Baganha, fazer o ponto de situação relativo ao progresso dos trabalhos em curso nas ilhas na Lomba. Recorde-se que decorreu recentemente a cerimónia pública de assinatura do protocolo que conduzirá à completa reabilitação deste edificado, que será constituído por 47 casas, representando um investimento de aproximadamente 8 milhões de euros.

 

A reunião de trabalho prosseguiu com uma visita ao terreno, altura em que a comitiva teve oportunidade de verificar in loco as condições preexistentes, de degradação, que são o ponto de partida para a completa renovação que já se encontra em fase de projeto. À conversa com alguns moradores, Pedro Baganha teve oportunidade de explicar alguns detalhes do projeto e da sua operacionalização, auscultando também os anseios da população residente. 

 

Pretende-se que intervenção integrada represente uma transformação espacial e social pioneira nas ilhas. A expetativa do município é a de que este projeto possa induzir um efeito multiplicador na reabilitação de outras ilhas privadas da cidade.

 

Em 2026 estará completamente reabilitado o conjunto de 6 ilhas localizadas na Lomba. 

Galeria
Item 1 de 13